09 de fevereiro de 2018

Tem um gato na minha sala!

Falando sobre Pet

Como nosso dia-a-dia é corrido optamos por adotar um gato quando a gente mudasse. Comprar não era uma opção, mas a gente queria muito um cinza ou preto. Conhecemos ele um dia após pegar as chaves e ele veio logo após nos mudarmos.

Queríamos que o nome fosse entre os universos que a gente curte e como eu comprei todas as coisas dele vermelhas para combinar com a casa, surgiu um nome que combinava perfeitamente com a gente: Stark. O Ticiano curte Marvel e eu Game of Thrones então fechamos assim.

Foto de 29 de janeiro, logo que ele chegou aqui.

O lado bom de termos arrumado a casa com ele aqui foi que não precisamos adaptar a casa ao gato.  Tudo já foi pensado para ele não arranhar ou tentar estragar. Criamos um espaço para ele, compramos uma caixa de feira (no Pra Casa) e vários brinquedos (que não param muito ali) e um cobertor que ele se apaixonou e vive grudado desde então.

Dentre os brinquedos A vareta com o ratinho é um dos preferidos dele, tanto que já está destruída. Procuramos sempre brincar com ele diariamente para mantê-lo ativo e não deixar que ele engorde.  Umas das coisas que também tentei foi plantar Catnip, mas ele não reagiu a erva e acabei dando para uma amiga (cujos gatos ficaram enlouquecidos com a plantinha).

Stark com nove meses
Stark no último Natal

 

Faz pouco, ele completou um ano com a gente e embora esteja gigante e com mais de 5kg, ele continua pedindo colo, abraço e é sempre companheiro da gente. 🙂

Como é o pet de vocês? Também fica assim grudado?

14 de outubro de 2017

Molduras para quadros – DIY

Falando sobre Decoração, DIY

Olá! Hoje vou compartilhar com vocês como fiz as molduras para os quadros do escritório. À primeira vista, ninguém acredita quando eu digo que eles são de papelão. Diferentemente das outras técnicas que eu vi pela net, eles ficaram pesados e perfeitos para o que eu queria.

Eu fiz eles quando ainda morávamos no apê. Como não sabia se eu iria usar eles depois, não quis investir uma grana nas molduras e descarta-las depois. Cumpriram a função de decoração no quarto do apê e ainda mantive dois na nova decoração.

 

quadros com moldura de papelão holler

 

Materiais

Para fazer uma moldura como essa você vai precisar de:

  • Papel Holler (papelão cinza) (6mm)
  • 1 folha de papel couché fosco (o mais fino possível, comprei tamanho A1 e sobrou bastante)
  • Estilete
  • Lâminas para estilete
  • Cola PVA
  • Régua metálica
  • tinta preta para artesanato fosca
  • pincel
  • imagens impressas em papel foto fosco
  • um dia de sol

 

Evite dias úmidos! O papel vai enrugar com a umidade e o resultado não vai ficar tão com como o esperado. Na livraria que eu fui só tinha Holler de 3mm então acabei passando mais trabalho para duplicar e chegar nos 6mm.

protótipo 1 - molduras de papelão

Você pode definir o tamanho do seu quadro e sua borda. Minhas imagens eram 30x40cm, deixei 2cm de borda branca e 1,6 cm de moldura. Se você encontrou o Holler de 6mm você não precisa cortar as peças duplicadas. Não esqueça de cortar as bordas com ângulo de 45° para se encaixarem.

protótipo 2 - molduras de papelão

Cole as peças, encaixando os filetes nas portas da peça maior. Não se preocupe se os ângulos não encaixarem, preencha com cola e pedacinhos de papel. Se você quiser um acabamento mais perfeito, passe uma camada de massa automotiva. Nos meus ficaram frestas, mas não achei necessário. O resultado será assim:

protótipo 3 - molduras de papelão

Para finalizar, pinte toda a área que será vista, e passe o pincel um pouco onde será colado o couché e espere estar bem seco para colar o pastatur de papel couché. Eu recortei em 45°, mas você pode colar ele inteiro. Lave as mãos antes de colar as fotos, retire os excessos de cola de deixe secar com um peso sobre eles.

A dica do pastatur cortado é cortar em 45º apenas um dos sentidos como na imagem abaixo, assim, você não corre o risco de deixar um buraco.

protótipo 4 - molduras de papelão

Resultado das molduras:

Resultado das molduras de papelão

Não fica perfeito como uma moldura ficaria, mas capriche na pintura e vai ficar lindo!

Eu uso eles sobre a prateleira porta-quadros, mas já usei na parede. Eu coloquei na parede com prego e fita tipo a dupla face 3M. É só fazer uma casa para o prego em cima bem no centro e depois que estiver bem acomodado prender em baixo com a 3m, assim você garante que ele não saia voando com o vento.

Gasto total:

Para fazer os três quadros gastei em média R$55 reais (R$25 de material e R$30 das impressões fotográficas). Valeu muito a pena!

Dúvidas? Deixe um comentário ou mande um email para mim. Espero que vocês tenham gostado e até a próxima!